22/04/2016

Resenha: Jovens de Elite



Título: Jovens de Elite
Autor(a): Marie Lu
Editora: Rocco
Páginas: 304
Onde comprar: Amazon
Mais informações no Skoob
Bestseller do The New York Times com excelente repercussão entre público e crítica, Jovens de Elite é o primeiro de uma série de fantasia ambientada na era medieval e protagonizada por jovens que desenvolvem estranhas cicatrizes e poderes especiais ao sobreviverem a uma febre que dizimou boa parte da humanidade. Entre eles está Adelina, que, após se rebelar contra o destino imposto a ela por seu pai, encontra um novo lar na sociedade secreta Jovens de Elite, vista por alguns como um grupo de heróis, por outros como seres com poderes demoníacos. Heroína ou vilã? Num mundo perigoso no qual magia e política se chocam, Adelina descobre o lado sombrio de seu coração. Da mesma autora da aclamada trilogia Legend, Marie Lu, Jovens de Elite é o início de uma saga arrebatadora. Perfeita para fãs de histórias de fantasia medieval como Game of Thrones, com vilões dignos de Star Wars e X-Men.

É fácil dizer que eu desenvolvi um amorzinho muito grande pela Marie Lu. Apesar das minhas criticas eu me apaixonei pela trilogia Legend e ela se tornou uma das minhas favoritas do gênero. Então quando vi sobre Jovens de Elite fiquei bastante ansiosa para saber o que esta autora iria trazer de novo para os leitores, já que ela tem características únicas e mais uma vez fui surpreendida com sua capacidade. Marie Lu não tem capacidade de escrever apenas uma boa história, mas ela tem a capacidade de me fazer mudar de opinião sobre suas obras em questão de segundos. Durante boa parte da leitura eu odiei a história e odiei a personagem sem nem ao menos saber direito o motivo, entretanto após finalizar a leitura e me senti tão vazia pude entender que aquele sentimento era um reflexo do que a obra realmente deve passar ao leitor. Jovens de Elite não é só um livro de fantasia ambientada na era medieval, mas um livro que nos mostra personagens tão humanos quanto podemos ser.

Eu preciso dizer que Adelina não foi uma personagem fácil de gostar. Mesmo com suas dificuldades e sofrimento eu ainda sentia uma antipatia muito grande pela menina e não compreendia suas atitudes. Eu não vi esse amor que ela quer demonstrar sentir pela irmã, interpretando apenas como algum tipo de obrigação pela garota somente ser sangue do seu sangue e menos ainda os sentimentos que ela pensar ter pelos novos amigos, os jovens de elite. Adelina é uma personagem que vai se desenvolvendo ao longo do livro mas a forma como ela se desenvolve é questionável, dependendo do ponto do vista de cada leitor a interpretação positiva ou negativa. Eu, honestamente, não sei o que esperar dessa personagem nos próximos livros, mas eu espero que a autora não seja covarde com Adelina assim como foi covarde com o final de Legend. Apesar da minha opinião eu acredito que ela merece um grande desenvolvimento de acordo com sua proposta (a mesma que a própria autora comenta nos agradecimentos) e que seu final seja marcante. Eu juro que não espero nada menos de quem vai escrever um livro sobre Batman. haha
O medo cria as ilusões mais fortes. Todos têm a escuridão dentro de si, por mais escondida que seja. 

Gosto dos personagens secundários do livro. Eles trazem um equilíbrio necessário par a protagonista durante boa parte da obra e suas passagens ajudam o leitor a compreender melhor o universo criado pela autora. O livro tem capitulos narrado em primeira pessoa por Adelina e nestes segue o padrão de que o narrador tem poucas informações para compartilhar e então o leitor vai aprendendo junto com ela sobre os jovens que tem poderes, sobre como a sociedade vive e é governada e porque algumas coisas precisam mudar. Alguns capítulos são narrador em terceira pessoa por outros personagens que ganham destaque na obra, mas honestamente eu não achei que foi tão necessário assim. Alguns pontos acabaram servindo para acabar com algumas surpresas. O livro trás um pequeno romance, mas que não chega ser de verdade um romance. Sabe quando você sente aquele clima de sentimento no ar? Bom, é mais ou menos isso.

Devo dizer que fiquei bastante triste com o final do livro. Claro que achei incrível o que a autora fez e o gancho que deixou para o próximo volume. Tudo está conectado de uma forma que me deixou muuuito na vontade de ler logo e espero que não demore muito. No geral não é um livro que pode agradar de cara, mas depois quando tu passa a refletir sobre ele acaba curtindo muito pensar e pensar "que f#da", sabe? Vale muito a pena a leitura, mesmo que no inicio seja frustrante continue lendo pois a história é bem mais do que mostra sua sinopse e sua capa.

18 comentários:

  1. Helloo, Sil! Tudo nuam nice?!
    Acho que a sua resenha traz o aspecto central da estória bem mais trabalhado, do que a maneira que tentei expressar na minha. Foi depois desse livro que você ficou de ressaca?! Bem, eu concordo com você com um monte de coisas. O livro foi diferente do que esperava, mas num sentido bom. Eu gosto bastante de personagens frios e calculistas, não que a Adelina seja assim, mas eu não acreditei de verdade no amor dela pela irmã e nem em ninguém. Acho que o cheiro de romance que acontece no livro foi mais algo físico da protagonista do que qualquer outra coisa. Não achei que ela sentia tudo que dizia de verdade. Os personagens secundários foram interessantes, eu gostei do Ceifador - é esse mesmo nome dele? Não lembro agora - e de alguns outros. O final foi, tipo: what the hell?! Mas entendi algumas jogadas da autora.
    Gosto de estória com um teor medieval e isso me conquistou. Eu não tive raiva da personagem, só não consegui sentir empatia alguma, era como ela e o leitor fossem desconexos. Como se a Adelina só estivesse ali vivendo sua vida, e não cabia a nós gostar ou não, ela só estava ali e a gente devia assistir o desenrolar.
    Enfim, é um livro interessante e eu curti, apesar de não tanto assim, tipo, morrer de amores. Mas eu gostei. *-*
    Beijin...
    Pieces of Alana Gabriela

    ResponderExcluir
  2. Oi Sil!
    Eu também adorei a Marie Lu pela trilogia Legend. Estou louca para ler esse livro novo dela, mas é série? Ixi. Vou esperar lançarem o volume 2 então!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/?m=1

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bom? Confesso que o livro não faz muito meu estilo, acho que não leria no momento, mas que bom que mesmo não agrando de cara tu curtiu a leitura *_*

    Beijos
    http://resenhaatual.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Eu sempre acho que o fundamental em um autor não é nos fazer amar seus personagens e sim nos fazer ter um envolvimento com eles, se o envolvimento acontece, mesmo quando temos vontade de matar os personagens então ai está a magia da literatura. Não sei se vou amar "Jovens de Elite", mas já sei que é um livro que pode me envolver, até porque temática medieval é uma coisa que certamente me chama atenção!

    Pandora
    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  5. Amei a resenha. Sempre quis ler esse livro. Acho que agora compro!
    http://blogmichaelvasconcelos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi, Sil, tudo bem?

    Eu quero muito ler esse livro! Mas antes quero ler Legend, pois estou mais acostumado com o cenário dessa trilogia.
    Nunca tinha lido alguém falar que a autora foi covarde no final da trilogia. Espero não me decepcionar.

    Às vezes também demoro a entender certos personagens, mas acho que a gente ter que ir acompanhando a evolução mesmo... uma hora a gente se surpreende!

    Beijo
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Sil,
    HAHA Adelina me lembra A Usurpadora
    Sempre leio elogios sobre Legend, ainda não li, mas gostei do que vi na sua resenha sobre esse. Gosto dessa união com irmãos nos livros. E a temática medieval, também me deixa curiosa. Ótima resenha.

    P.S.: HAHA achou o James gato? Veja os vídeos dele no mute então haha ou admire só pelo Instagram.

    tenha um ótimo final de semana.
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  8. Oii Sil, tudo bem???? Eu já tinha visto esse livro por aí, mas não tinha certeza do que se tratava, gostei de conhecer através da sua resenha. E sabe que isso acontece muito comigo? De ler um livro e não curtir tanto, mas depois quando paro para pensar nele ou para resenhar, começo a clarear as ideias e gostar da obra hahhahah
    Eu sou louca para ler Legend, mas ainda não consegui tempo :P
    Beijoooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Sil,
    Adoro Legend e desde que a editora informou o lançamento desse livro estou muito curiosa em relação a ele.
    Pena que o inicio parece um pouco frustante, mas espero que eu goste da leitura.
    Bjs
    Diário dos Livros
    Siga o Twitter

    ResponderExcluir
  10. Oi!!
    Não tinha ouvido falar desse livro ainda... Gostei da sua resenha! Que pena que o final não te agradou :(
    Beijos
    Vídeo novo: https://www.youtube.com/watch?v=TL1urVvZqGk
    Blog: www.somosvisiveiseinfinitos.com.br

    ResponderExcluir
  11. Já ouvi falar sobre esse livro e primeiramente, a capa é péssima. Poderia ser muito melhor. Eu senti interesse na premissa do livro, e acho que apesar de todos os pesares, seja um ótimo livro. Assim que surgir a oportunidade eu lerei sem hesitar.

    Abraços,

    Blog Decidindo-se \o/

    ResponderExcluir
  12. Oi Sil!
    Amo muito a trilogia Legend e to doido pra ler essa nova série dela, essas capas sõ incríveis e a sinopse é muito intrigante, espero gostar também.
    Um abraço!
    http://leituraforadeserie.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi, Sil!
    Eu quero terminar de ler Legend para poder começar essa nova trilogia. O último livro vai sair lá fora ainda nesse primeiro semestre.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  14. Oi Sil! Este livro já está aqui e estpu curiosa sobre a história, bom saber que apesar de não começar bem vale a pena seguir com a leitura. Não li Legend, então será meu primeiro contato com a autora.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  15. Oi, Silviane! Não é muito o tipo de livro que curto, mas consegui identificar vários pontos que gosto nos livros de uma maneira geral, uma delas é o personagem não saber demais e só ir conhecendo certas coisas ao mesmo tempo que o leitor. Acho que isso deixa a gente mais próximo da vivência do personagem.

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  16. Eu to looooouca para ler esse livro, apesar de já ter baixado legend para ler, nunca senti aquela vontade enorme como sinto por esse da resenha, baixar ele tbm pra ler e só vou terminar uma leitora de um livro que recebi par começar este *-* estou muito animada e curiosa, só espero não me decepcionar
    http://b-uscandosonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oie,
    confesso que não conhecia o livro,mas gostei bastante da resenha, vou colocar na lista de desejados.

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir


Obrigada por comentar no Estilhaçando Livros. Se você tiver um blog deixa seu link que vou retribuir a visita com o maior prazer.