02/11/2015

Mês do Horror: A Menina Submersa

Eu sei, eu sei que o mês do horror já acabou. Mas infelizmente essa resenha teve que sair depois do prazo (mas a leitura foi concluída em Outubro, sério).


Título: A Menina Submersa
Autor: Caitlín R. Kiernan
Editora: Darkside Books
Páginas: 320
Saiba mais no Skoob
Onde comprar a 1ª Edição: Submarino | Americanas | Buscapé
Onde comprar a 2ª Edição (capa dura): Submarino | Americanas | Buscapé

Sinopse: É um verdadeiro conto de fadas, uma história de fantasmas habitada por sereias e licantropos. Mas antes de tudo uma grande história de amor construída como um quebra-cabeça pós-moderno, uma viagem através do labirinto de uma crescente doença mental. Um romance repleto de camadas, mitos e mistério, beleza e horror, em um fluxo de arquétipos que desafiam a primazia do 'real' sobre o 'verdadeiro' e resultam em uma das mais poderosas fantasias dark dos últimos anos. Considerado uma 'obra-prima do terror' da nova geração, o romance é repleto de elementos de realismo mágico e foi indicado a mais de cinco prêmios de literatura fantástica, e vencedor do importante Bram Stoker Awards 2013. A autora se aproxima de grandes nomes como Edgar Allan Poe e HP Lovecraft, que enxergaram o terror em um universo simples e trivial - na rua ao lado ou nas plácidas águas escuras do rio que passa perto de casa -, e sabem que o medo real nos habita. O romance evoca também as obras de Lewis Carrol, Emily Dickinson e a Ofélia, de Hamlet, clássica peça de Shakespeare, além de referências diretas a artistas mulheres que deram um fim trágico à sua existência, como a escritora Virginia Woolf.
Não vai ser fácil falar desse livro. Também não foi fácil ler esse livro. Não digo aqui sobre a narrativa dele, que eu achei bem tranquila, mas por sua história. Sua personagem. Imp é uma jovem que perdeu sua mãe e sua avó muito cedo. As mulheres que ela mais amava nessa vida. O pior não foi simplesmente perde-las, mas sim que ambas se suicidaram. Ambas eram doente mental e Imp sabe que herdou delas a mesma maldiçãoNo inicio do livro a autora deixa a seguinte mensagem ao leitor:
Este livro é o que é, o que significa que ele pode não ser o livro que você espera que seja.
E, para mim, essa frase faz muito sentido. Toda a obra foi feita de um modo que, acredito eu, nenhum leitor esperava. Eu acho que mesmo sabendo sobre o que ele se trata o livro acabou surpreendendo a todos.

Foto: Silviane Casemiro | Estilhaçando Livros

A narrativa pode ser um pouco incomoda no inicio. Já nas primeiras linhas somos apresentados a confusão mental de sua narradora e o restante do livro se segue dessa forma. A Menina Submersa é um livro dentro de um livro, ou melhor, dentro de um diário de Imp para Imp. Nunca sabemos quando ela está falando a verdade ou mentindo, na verdade a própria personagem tem uma opinião sobre verdades e mentiras em que ela explica e bate na tecla por diversas vezes. Na verdade para a personagem existe diferença entre o que é verdade e o que é fato, então em diversos momentos ela nos conta algo verdadeiro mas que não é um fato. É verdadeiro pois ela acredita naquilo, mas não significa que isso aconteceu de verdade. Confuso? Um pouco. Mas eu acabei ignorando isso ao longo da leitura e optei por acreditar em tudo o que ela dizia, já que para ela aquilo era real. Acho que como leitora é só daquilo que eu preciso. Claro que nesse caso vai de leitor para leitor, mas vale a pena dar uma chance. Você já está totalmente na mente da personagem, então para quem ficar desacreditando nas coisas que ela diz? 

O livro não é, necessariamente, uma obra de terror/horror. Mas ela fala de fantasmas. Não daqueles que estamos acostumados, que vemos nos filmes e tudo mais; E sim os fantasmas de cada um. Para a personagem um quadro é um fantasma que a persegue a vida inteira, assim como a Chapeuzinho Vermelho (o conto de fadas que ela menos gosta) e A Pequena Sereia (o conto de fadas que ela mais ama). Imp mantêm um pasta com informações sobre todos os seus fantasmas e seu maior desejo é que esses fantasmas parem de assombra-la, que ela possa esquece-los. Já não fácil viver com a sua própria condição mental e ainda ter que lidar com isso. 

Com muita frequência, as pessoas cometem o erro de tentar usar a sua arte para capturar um fantasma, mas somente terminam espalhando a sua assombração para inúmeras outras pessoas. 

O livro também nos conta uma bela história de amor, entre Imp e Abalyn. Gostei do modo como elas se conheceram e como o relacionamento foi desenvolvendo, pareceu tão irreal mas ao mesmo tempo foi algo que aconteceu em um tempo certo, sabe? Sem pressão e coisas desse tipo. Natural é a melhor palavra para definir o relacionamento delas. O romance sofre as consequências por causa de um fantasma de Imp (e o principal deles eu devo dizer): Eva Canning. Ela é uma mulher misteriosa que Imp encontrou na estrada e à partir daí se tornou sua obsessão. O livro e a narração se tornou muito mais prazerosa e angustiante após Eva surgir. Fui tomada pela curiosidade de querer saber se ela é real o não, e como a personagem passaria a lidar com a situação. Se foi difícil para mim, que sofri com aquelas angustias, imagina para Imp?!
Foto: Silviane Casemiro | Estilhaçando Livros

Eu tenho a edição antiga, com a capa comum. Depois de uma semana que recebi meu exemplar a editora anunciou a edição de luxo. Fiquei bastante chateada, mas não comprei só para ter uma edição mais bonita. Agora que li o livro e o amei com certeza colocarei ele na minha lista de desejados, mas sinceramente não vou dar prioridade. Para mim é só beleza. rs

Uma coisa que me incomodou (e eu não sei se isso foi intencional e caso não tenha sido intencional se foi corrigido na edição nova)  é que em alguns momentos Imp datilografava algo como "há 20 páginas atrás eu falei bla bla bla", mas se o leitor voltasse as vinte páginas veria que na verdade ela não teria falado aquilo naquela página mas em algum momento antes; Ou também "na página 153 eu falei tal coisa e na 178 tal coisa" e então a mesma coisa, se o leitor voltasse não encontraria nada daquilo. Isso poderia ser algo para reforçar a deficiência mental dela, mas se eu bem me lembro bem sempre que ela citou algo assim ela realmente havia falado o que ela disse que falou, só as páginas que não eram a mesma citada por ela. Como eu disse, pode ter sido intencional mas se não foi é algo que poderia ser arrumado.
— Você é uma coisa ruim. É uma abominação.
— Eu sou como sou. Assim como você.
O booktrailer do livro é lindo e perturbador. Confira.

17 comentários:

  1. Olá !! Está todo mundo falando desse livro, pela sinopse não parece ser o tipo de livro que eu costume ler mas acho que vou dar uma chance pra ele. Ótima resenha <3
    Beeijos
    http://resenhaatual.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oii Sil! Tudo bom?
    Tem tanta gente falando bem desse livro que não consigo me aguentar, estou ficando louca pra ler, ainda mais porque fala de uma garota esquizofrênica e acho que vai ser super interessante adentrar no mundo dela. Acho que não se trata muito se ela está falando a verdade ou não, a questão é se ela acredita no que vê.
    Assim que eu li a mensagem ali em cima que a autora deixou, pensei que não tinha uma maneira melhor de me incentivar a ler *-*
    Estante de uma Fangirl

    ResponderExcluir
  3. Vejo todo mundo falando desse livro, e parece ser uma história muito boa. Eu gostei da sua resenha, mas pelo o que você falou, eu acho que me confundiria bastante ao ler o livro, pois parece ser bastante confuso!

    Beijos,

    http://sweetlikecaramel.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi,
    A capa chama muita atenção. Já muita gente falando desse livro, mais confesso que não compraria pela sinopse, mais sim pela capa. Gostei muita da foto que você tirou! *--*
    Lindo seu blog

    Beijos ♥
    Livros Para o Chá das Cinco

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Lindas as suas fotos! Gostei bastante da resenha, e foi ótimo eu ter lido, pois jamais pensaria que a narrativa seria dessa maneira.
    Bjs

    EntreLinhas Fantásticas

    ResponderExcluir
  6. Oi! Tudo bem?

    Eita! Gente, que resenha divina. Gostei muito. E me surpreendi bastante pelos seus comentários, uma vez que a última resenha lida a respeito desse livro se mostrou bem negativa, justamente no ponto da doença mental da protagonista. Quero dizer, o blogueiro detestou e invalidou a leitura por conta disso; da complicação que isso causou.

    No entanto, quero conhecer essa história. Especialmente pelos quotes destacados.

    Um beijo,
    Doce Sabor dos Livros docesabordoslivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Oi, Sil!
    Eu comprei a edição de luxo numa promoção na amazon
    Eu odeio livros que me deixam confusa na leitura mas, esse eu tinha de ler.
    Adorei sua resenha e confesso que fiquei confusa um cadinho também hahahahha
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  8. Olá! Tenho muita vontade de ler A Menina Submersa. Já vi comentários incríveis sobre esse livro, o que só aumenta a minha curiosidade. A nova edição que a Darkside lançou é simplesmente maravilhosa, quero muito comprá-la. Beijos!

    http://frases-perdidas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá,
    Esse livro é bem louco de um jeito interessante, comecei a ler o livro, mas confesso que não cheguei a terminar. Esse tipo de obra costuma me atormentar e vi várias coisas obscuras, essa coisa de horror é realmente complicada comigo. Mas curti a resenha.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Oláá
    Esse livro me fascinou assim que vi, já li muitas resenhas negativas, que diziam que o livro era muito confuso, tinha estes equívocos nas páginas e tals, mas sinceramente minha vontade de ler ele diminuiu com isso, mas não havia extinguido e agora que li sua resenha a vontade de o ler aumentou novamente e agora é definitivo, ele vai sim para a minha WishList, amei sua resenha e as quotes que separou! <3
    Bjoos

    Jovem Literário

    ResponderExcluir
  11. O autor é bem conhecido por escrever esse tipo de estória. Ainda vou ler alguma coisa dele. Um dos livros que mais tenho vontade de ler dele é Stardust!
    Mas esse em particular também me chama muito a atenção!

    Beeijos
    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
  12. OLá, Silviane.
    Infelizmente esse livro não foi apra mim. Eu comprei a edição nova e para ser sincera gastei meu dinheiro a toa. Ele é melhor por fora do que por dentro. Eu não entendi boa parte da história e depois meu sobrinho teve que explicar para eu entender algumas coisas hehe. Eu tenho a edição nova, mas não parei para conferir se essa coisa das páginas está certa ou não hehe.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  13. Olá, Silviane!
    Passei para desejar uma otima semana, já que não me identifico com o gênero
    Fica com Deus!
    Big Beijos
    Lulu on the Sky

    ResponderExcluir
  14. Nossa que coisa! Nunca tinha ouvido falar nesse livro e parece muito bom. Eu gosto de obras intensas e perturbadoras e A menina Submersa parece ser um prato cheio. Quando puder irei ler. Amei sua resenha, deu para ver como o livro te tocou profundamente.
    Beijos,
    Monólogo de Julieta

    ResponderExcluir
  15. Oie, Sil!
    Eu já tinha visto esse livro por aí diversas vezes, tinha ficado intrigada, mas nunca tinha me interessado de verdade para fazer a leitura. Certas coisas me desmotivaram e a nota no skoob também faz isso para mim. Em alguns casos, na verdade. Acho que ficaria bem confusa com esse livro e consequentemente frustrada por não entender muito. Eu gosto de livros que tratam da mente estranha do homem, mas a sua resenha me mostrou uma complexidade nova.
    Beijin...
    http://piecesofalanagabriela.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Quero muito ler esse livro, sempre vejo as pessoas comentando sobre ele.

    Beijos ♥
    http://intoxicadosporlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Olha a coisa de doido, se não fosse esse recadinho do Gaiman na capa eu teria deixado esse livro de lado pra sempre, mas indicação dele merece ser conferida. Mesmo assim, tenho medo dessa obra, pode ser incrível e um desastre na mesma medida.
    Sua resenha ficou fantástica!!!!

    >> Vida Complicada <<

    ResponderExcluir


Obrigada por comentar no Estilhaçando Livros. Se você tiver um blog deixa seu link que vou retribuir a visita com o maior prazer.