04/09/2015

Resenha: Para Todos os Garotos que Já Amei



Título:
Para Todos os Garotos que Já Amei
Autor: Jenny Han
Editora: Intrinseca
Páginas: 320
Saiba mais no Skoob
Onde comprar: Buscapé
Sinopse: Lara Jean guarda suas cartas de amor em uma caixa azul-petróleo que ganhou da mãe. Não são cartas que ela recebeu de alguém, mas que ela mesma escreveu. Uma para cada garoto que amou — cinco ao todo. São cartas sinceras, sem joguinhos nem fingimentos, repletas de coisas que Lara Jean não diria a ninguém, confissões de seus sentimentos mais profundos. Até que um dia essas cartas secretas são misteriosamente enviadas aos destinatários, e de uma hora para outra a vida amorosa de Lara Jean sai do papel e se transforma em algo que ela não pode mais controlar.

Vi vários blogs elogiando esse livro na época de seu lançamento e para ser bem sincera eu não achava que tinha nada demais nele (pasmem, até a sinopse eu li para tentar entender o auê todo), até que de tanto ver o Alisson surtando sobre ele no Twitter eu acabei ficando curiosa e então OMG! se tornou um queridinho de 2015.

Lara Jean acumula vários amores ao longo dos seus dezesseis anos. Nem todos foram correspondidos, é claro, mas podemos ver com sua narração a importância que cada um teve em sua vida. Para superar esses amores perdidos Laranjinha tem o costume de escrever cantas e guarda-las em uma caixinha de grande valor sentimental, mas para seu pesadelo suas cartas são enviadas para os garotos e ela se vê em uma situação bem complicada para tentar reverter essa situação. É aí que entra na história o melhor personagem, na minha opinião: Peter. Ele é o tipo clichê, garoto mais popular da escola e há muitos anos fez parte do circulo de amigos de Lara Jean. No inicio Peter é bastante irritante com toda a sua autoconfiança mas em contrapartida ele é extremamente divertido e eu ficava ansiosa para ele aparecer mais e mais na história. A verdade é que Lara Jean é apaixonada por Josh, seu vizinho e ex-namorado de sua irmã mais velha que mora na Europa, e na tentativa de remediar a situação ela acaba se envolvendo com Peter - que tem seus próprios interesses em estar com a menina. Tudo parece uma confusão vista dessa forma e o pior é que é mesmo. A cada capitulo Laranjinha entra em um buraco mais e mais fundo e parece que nunca vai sair de lá. 
Se o amor é como uma possessão, talvez minhas cartas sejam meu exorcismo.

Laranjinha é uma personagem comum, se analisada de forma bruta. Adolescente, com seus próprios medos e problemas, chorona até demais e dependente da família. Sua situação muda um pouco mais quando sua irmã mais velha, que fazia praticamente o papel de mãe, se muda para a Europa. Todas as responsabilidades da casa passam para si e principalmente o cuidado com a irmã mais nova, Kitty - esta que é o alivio cômico da história e causadora de vários questionamentos. A personagem se vê na obrigação de amadurecer em seu relacionamento com a família e no meio do caminho percebe que as coisas não são exatamente como ela acreditava; As coisas nunca são realmente como acreditamos, até com aqueles mais próximos. Claro que esse mesmo pensamento acaba refletindo nas questões amorosas do livro. 

Achei o desfecho da história uma tortura gritante. Fiquei tão desesperada para ler o segundo livro que fui logo procurando a versão em inglês mesmo - só que ainda não li pois estou correndo atrás do prejuízo da minha preguiça com os livros do CeV. :( Mas é isso, a julgar pelo título/capa ele parece apenas mais um YA clichê só que Jenny soube trabalhar muito bem com os personagens a favor da trama criada. A história seus momentos angustiantes, engraçados, os fofinhos onde o leitor fica cheio de amor no coração e até mesmo aqueles que dão raiva. Se você ainda não leu então corre dar uma chance. 
É meio bobo ficar tão decepcionada por uma coisa que você acabou de perceber que quer, não é?
Para que uma coisa dê errado de um jeito tão colossal e terrível, tudo precisa acontecer na ordem certa e no momento certo, ou, nesse caso, no momento errado. 
Como posso saber o que é real e o que não é? Parece que sou a única que não sabe a diferença. 

13 comentários:

  1. Nossa, adorei essa resenha. Estou com esse livro na minha lista tem um tempo. Vou ler o mais rápido que puder.

    Visite:http://carpediemmica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Silviane. De cara amei o título mas quando você foi contando eu há fui falando na minha cabeça... bem que podia ser assim e assado ao invés disso haha. Achei meio complicado, muita coisa envolvida, com esse título daria um belo drama, se tomasse outro rumo que aparentemente não tomou. Mas só posso tirar minhas conclusões, lendo né. Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Oi Silviane.Lindo seu blog! Amei! Tenho dois livros dessa autora para ler. Gostei da sua resenha, foi bem objetiva. Eu gosto de enredos assim, é gostoso de ler. Parabéns pela resenha. Beijos!

    www.livrosepergaminhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olá, Silviane.

    Eu pensava a mesma coisa que você sobre esse livro e não iria lê-lo tão cedo. Depois do primeiro parágrafo da sua resenha, já não tenho tanta certeza disso. Hahah
    Não costumo ler muitos livros do gênero, mas pode deixar: vou correr pra dar uma chance. ^^

    http://discodivinil.blogspot.com.br/

    Abraço!

    ResponderExcluir
  5. É um livro que me interessou desde o lançamento, nunca tive a impressão de que era só um YA clichê não, e sobre o qual já vi vários elogios também, Quero muito ler e adorei saber que virou um queridinho seu do ano! Mas já ouvi falar que o final é torturante mesmo, e isso me fez decidir só ler quando a continuação sair por aqui, por enquanto vou me forçar a aguentar a curiosidade.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  6. Oi Sil, tudo bem?
    Eu também vi vários blogs elogiando esse livro, agora você. A curiosidade está batendo para conferir se é tão bom assim.
    Antes de ler alguma resenha desse livro imaginava que era mesmo uma YA clichê, mas ai fui lendo as resenhas e a premissa do livro me chamou atenção e agora quero muito ler. Esse final torturante dar uma dor no coração. Espero que a continuação saia logo. Parabéns pela resenha.

    Beijos
    Leitora Sempre

    ResponderExcluir
  7. Olá Silviane, eu também só vejo elogios a este livro desde seu lançamento e pela sua resenha o livro realmente parece ser muito bom *--* Eu já estou com ele aqui e agora só falta tempo para eu poder também apreciar essa leitura <3

    Visite "Meu Mundo, Meu Estilo"

    ResponderExcluir
  8. Olá... tudo bem??
    Bom eu já li várias resenhas sobre esse livro... e apesar de ter me interessado muito pela sua premissa... ainda não sei quando vou ler... de qualquer forma me senti bem parecida com a protagonista... a nossa diferença foi que em vez de escrever as cartas e guardar, eu escrevia e enviava, mas de forma anônima na maioria das vezes e em outras eu arriscava mais... e falava rs... sim ainda tenho a pretensão de ler... mas não por agora... Xero!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Dii! Que interessante... Eu acho que nunca teria coragem de enviar, nem de forma anonima. Haha! Você vai acabar se identificando com as cartas, provavelmente. Quando lê me diz o que achou.

      Excluir
  9. Oi Sil, tenho acompanhado diversas opiniões sobre esse livro e em sua maioria são bastante positivas, mas é aquilo né, apesar de todo o sucesso eu ainda tenho receio de ser só mais um livro bobinho com uma protagonista adolescente, mesmo esse não parecendo ser o caso. Estou quase me aventurando a ler pois as melhores resenhas que li dele são de blogueiras que confio de olhos fechados e a sua veio para firmar essa decisão. Acho que o final pode me deixar agoniada, mas irei tentar :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ju, eu acho que você vai acabar gostando desse livro. Apesar que no fundo eu vejo como não sendo muito o seu estilo!
      Mas acredito que você vai acabar se divertindo com o Peter, até mais do que com a própria Lara Jean. Bj

      Excluir
  10. Quero Ler esse livro, amei sua resenha <3

    Beijox

    ResponderExcluir
  11. Resenha maraaaaa! Pois bem, mais uma indicação sua que me fará ,com certeza, chorar muito. Porém ficarei brava (fula da vida) por ainda não ter indicação. Beijos adorei a resenha!!!!

    ResponderExcluir


Obrigada por comentar no Estilhaçando Livros. Se você tiver um blog deixa seu link que vou retribuir a visita com o maior prazer.